Tag: feira

Movimento de lojistas de Camboriú pode frear comércio livre nos Gideões

reunião cdl 007

 

Uma feira de produtos sem procedência, que aconteceu há algumas semanas no Conde Vila Verde, em Camboriú, resultou num movimento que pode acabar com o comércio livre dos Gideões. Lojistas, Prefeitura, através do secretário de Finanças, Sérgio Venâncio, Câmara de Vereadores, pelo seu presidente, Márcio do Kido e  Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL, com seu presidente Nelson Pereira estiveram reunidos no início da semana  para debater o assunto e achar uma saída para que feiras desse tipo não mais se instale no município.

A revolta dos lojistas é grande, principalmente pelo baixo valor do alvará único pago (cerca de R$ 300) para uma grande quantidade de barracas vendendo, a baixo valor, mercadorias falsificadas. “São marcas sem CNPJ e, a maioria, falsificação barata de marcas nobres, comercializadas no comércio de Camboriú a um valor justo e bem superior ao pedido pelos comerciantes da feira. “Não é justo que o comerciante de Camboriú sempre fique com o prejuízo. Como a Prefeitura, que faz tantas exigências para que os comerciantes se estabeleçam na cidade, com alvarás caros, permite que essas  pessoas de fora venham e levem o dinheiro do nosso povo num único fim de semana. A quem interessou isso?”, indaga uma comerciante que não quis se identificar. O secretário de Finanças, Sergio Venâncio, responsável por toda a parte de alvarás municipal, disse que a Prefeitura foi enganada. “O alvará foi pedido em nome da Igreja Católica do Conde Vila Verde, pelo responsável direto da igreja. Nós demos o alvará na boa fé, como sempre fizemos. A feira aconteceu no fim de semana e eu só não fechei a feira porque era da Igreja católica”, explica Venâncio dizendo que o CNPJ usado para o fornecimento do alvará foi o da Igreja.

A comerciante Jussara Albino, presente à reunião, disse que por conta da feira o comércio do Monte Alegre está há duas semanas sem vender nada e cobrou atitudes mais severas por parte da Prefeitura de Camboriú.  O Secretário explicou que comércio de mercadorias falsificadas e ilegais foge à alçada municipal. “Pedir e fiscalizar nota fiscal é dever do Estado e não do município. E produtos falsificados é com a polícia federal, porém essa só atende mediante denúncia de alguma marca. Ai ficamos de pés e mãos atados. Mas garanto que não vai mais acontecer; e se nos enganarem de novo, chamo a polícia”, ameaça.

A discussão foi grande na reunião e os lojistas questionaram a feira livre, com mercadorias de procedência duvidosa, que ocorre nos Gideões, prejudicando o comércio local. “Esse tipo de feira prejudica muito o comércio. Tudo bem que são roupas de baixa qualidade, mas a população consome e o lojista fica no prejuízo. Nos Gideões o prejuízo é ainda maior, porque a população de Camboriú espera para comprar. Há muito tempo que eu não sei o que é vender meia e cuecas. O que tenho na loja está encalhado”, reclama a comerciante do centro de Camboriú, Regina Boaventura Heberle, proprietária da Olhar Fatal. A opinião de que a feira dos Gideões, vendendo todo tipo de produto com baixo valor, prejudica muito o comércio foi unânime.

Munido do Código Tributário do Município, que” proíbe qualquer atividade de caráter eventual que cause prejuízo ao comércio estabelecido”,  Nelson Pereira, presidente da CDL, também questionou o grande comércio dos Gideões e convocou os lojistas a permanecerem unidos na luta em prol do comércio local. O presidente do Legislativo, vereador Márcio do Kido, que é membro da Assembleia de Deus (Gideões), se prontificou a passar na Câmara de Vereadores uma lei que estipule o comércio na festa religiosa apenas para gêneros bíblicos e alimentícios. “Isso pode ser feito. Ai, nesse caso, é dado a oportunidade aos lojistas de participar da feira com seus produtos”, sugeriu Kido.  Para a  lojista Regina essa pode ser uma boa solução. “Se eu tiver a oportunidade de participar, eu participo; mas tem que ser algo mais ajeitado e não do jeito que hoje acontece. Todos nós lojistas temos como conseguir mercadorias mais em conta. Mas eu acredito que deveria ser feito uma campanha pelo CDL conscientizando os lojistas da importância da sua participação e orientando que eles não loquem suas lojas para comerciantes de fora”, sugere ela reclamando que “o comércio de Camboriú está desprestigiado. Muitos saem daqui para comprar em Balneário Camboriú e a CDL não investe em campanhas”.

O secretário Venâncio não acredita que o comércio livre dos Gideões mude. “Muita gente da cidade lucra com o evento e eu vi, durante a reunião na CDL, alguns comerciantes que participam do “shopping” dos Gideões. No meu ver todos já podem participar”, finaliza.

Itajaí recebe neste domingo, 29 de abril, a Expo Havan Noivas 2012

Evento com entrada gratuita oferece produtos e serviços para casamentos e comemorações

 

 

Inaugurada em outubro do ano passado, a Havan de Itajaí foi incluída este ano, pela primeira vez, no calendário da Expo Havan Noivas 2012. Depois do sucesso do evento nas filiais Florianópolis/Rio Branco e Pinhais (na Grande Curitiba), o evento será realizado na cidade portuária catarinense neste domingo, dia 29 de abril, das 14 às 20 horas, no interior da loja Havan. Doze expositores estarão apresentando ao público as últimas tendências e novidades em produtos e serviços para a organização de casamentos, festas e outras comemorações. A Expo Havan Noivas tem entrada gratuita e brindará os participantes com desfiles de trajes e sorteio de brindes.

 

A cada edição, empresas especializadas em buffet, doces e bolos, fotografia e filmagem, trajes, decoração, convites, música e som, espaço para eventos, além de hotéis, participam expondo seus produtos e serviços. A Expo Havan Noivas Itajaí contará com os seguintes expositores: Kleverson Rita Fotografias, Criart Joalheria, Dj Mimo Bastos, Maria’s Entretenimento apresentando: Maria´s Shows e Eventos, Maria´s Pub, Galera´s Beach Bar e Lounge Green Valley,  Vinícola Miolo, Puma & Onix Locação de Veículos, Atelier Silvana Schatt, Carlos Decorações, Elegancy Eventos, Jenifer Biscuits, Salão de Beleza Rosy Oliveira, Eleve Studio de Convites.

 

Pontualmente às 16 horas e 18 horas acontecerão desfiles com trajes de festas e noivas, com o Atelier Silvana Schatt e Salão de Beleza Rosy Oliveira. Às 19 horas haverá sorteio de brindes oferecidos pelos expositores. Os Hotéis Baía Norte, Fazzenda Park, Pousada Pedra da Ilha e Plaza Camboriú também participam, expondo banners e distribuindo flyers para mostrar sua estrutura de hospedagem. A Havan traz uma grande novidade no final da temporada 2012 da Expo Havan Noivas: no mês de setembro, o público será agraciado com o sorteio de diárias para casal nestes empreendimentos parceiros.

 

 

Alunos apresentam Feira pedagógica

Os alunos da Escola Básica municipal Artur Sichmann, do centro de Camboriú, realizaram na semana passada a feira pedagógica, expondo trabalhos feitos durante todo o ano letivo. O evento reuniu alunos de toda a escola, com maquetes; confecção de sabão ecológico; filtro de água caseiro; papel reciclado (feito no laboratório de ciências da escola); enfeites de natal; trabalhos de recorte e colagem; dobradura entre outros.

A Feira aconteceu no dia 18 de novembro e foi prestigiada pelos demais alunos e membros da comunidade.


Provided by orange county short sale specialist