Tag: professores

Câmara de Camboriú homenageia professores

 

 

Professoras aposentadas

Sessão solene entregou diplomas aos professores destaques e aposentados da cidade

Noite de festa e homenagens em Camboriú. A Câmara municipal de vereadores fez a entrega de placas a 10 profissionais da educação pelo reconhecimento dos trabalhos prestados na área para a comunidade além de homenagear também 10 professores já aposentados na profissão na cidade de Camboriú.
As homenagens estão previstas no projeto de lei “Prêmio Professor nota 10” que foi instituído em 2010 através de uma lei municipal de autoria do vereador José Rodrigues Pereira, o Zé Branco e sancionada pelo executivo. Segundo a lei, cada vereador pode indicar anualmente 01 profissional a ser homenageado.
Os vereadores foram unânimes no reconhecimento da profissão sendo uma mola mestre para o desenvolvimento e criação do caráter humano.
O Vice prefeito Milton Antônio representou a prefeita municipal Luzia Coppi Mathias.
Milton emocionou os presentes ao cantar em tribuna homenageando os professores
“Fica sempre, um pouco de perfume nas mãos que oferece rosas,
nas mãos que sabem ser generosas. Dar um pouco que se tem ao que tem menos ainda
enriquece o doador, faz sua alma ainda mais linda.Dar ao próximo alegria, parece coisa tão singela,aos olhos de Deus porém, é das artes a mais bela.Fica sempre, um pouco de perfume nas mãos que oferece rosas,nas mãos que sabem ser generosas”, cantou o vice prefeito.
Um coquetel foi servido aos presentes no final da sessão

CONFIRA AS INDICAÇÕES E HOMENAGEADOS DA NOITE

Sany Charlene Gouveia/ Norma Loos(Aposentada)
indicação – Claudinei Loos

Salete P. A. Santos/ Rosa Pereira da Silva(AP)
indicação – Fátima Nair Bambinetti Gervásio

Luciano Andrei de Souza/ Odete Assi (AP)
indicação – José Pedro Costa

Claudinei Braz da Silva/ Ecléia Maria Pereira (AP)
indicação – Márcio Aquiles da Silva

Neudir Paulo das Neves / Onete Ramos Garcia(AP)
indicação – Henrique Bertoldi

Lucineide Policarpo Galdini/ Lindaura Melo Lichtenberg(AP)
indicação – Alcione Teixeira

Silvana Loback de Oliveira/ Maria de L. Dalago Pedroso(AP)
indicação – José Rodrigues Pereira

Eliane Pereira Santos Varisto/ Ivone Bernardes Melo(AP)
indicação – Antonio Paulo da Silva Neto (Piteco)

Maria Helena Mereciano/Lucimar do Carmo Reis (AP)
indicação – Eduardo Melo Rebelo

Cleusa Regina Andrade / Maria Terezinha Gervásio (AP)
indicação – Altair Pontaldi

 

Professores de Camboriú cobram retroativos na Justiça

 

Uma assembleia na noite de quarta-feira, 14 de março,  em Camboriú, decidiu que os profissionais da Rede Municipal de Ensino de Camboriú vão entrar na justiça para cobrar o reajuste retroativo, desde janeiro deste ano. “Vamos cobrar da Prefeitura o retroativo ao piso e as reposições salariais. Isso ficou decidido esta semana e já está em trâmite”, diz a presidente do Sindicato de Itajaí, Eliane Correa que, por enquanto, ainda responde pelo município de Camboriú.

A prefeita Luzia Coppi Mathias encaminhou ao Executivo para votação, também esta semana, um Projeto de lei que eleva o piso salarial dos profissionais da Educação básica do município para R$ 1.450, para a jornada de 40 horas semanais. O projeto tem como base o reajuste de 22,22% do piso nacional do magistério estabelecido pelo MEC.

Um dos pontos decididos na assembleia foi a ação judicial para cobrar os valores retroativos na justiça. “De acordo com o estatuto do professor de Camboriú, o aumento deve ser dado junto com o aumento do salário mínimo nacional, então a classe teria que ter recebido esse reajuste e a reposição prometida em janeiro e não só em maio, com os outros funcionários, como será feito”, diz Eliane.

 

Sindicato se desvincula do de Itajaí e perde a força e a estrutura

 

“Um golpe para desestruturar o sindicato e fazer valer a vontade da Administração e não do servidor de Camboriú”. Assim foi visto pela maioria dos presentes na Assembléia a atitude do servidor Alexandre Damião que utilizando-se  do nome do Sindicato de Camboriú indevidamente, prejudicou todos os servidores e deu entrada , em Florianópolis, na Carta Sindical, que sacramenta a independência da instituição da cidade. “Não temos estrutura nenhuma para tocarmos sozinhos. Se não pudermos mais contar com a estrutura do sindicato de itajaí, seremos massacrados pelo executivo”, declarou a presidente de Camboriú, Iara Gonzoni.

O fato é que a carta foi solicitada, mesmo que de forma indevida e arbitrária; a taxa de R$ 170,00 foi paga (não se sabe a mando de quem) e a carta oficializando a independência do Sindicato está a caminho e deverá chegar nas próximas semanas.

 

O servidor que hoje está emprestado para a Câmara de vereadores de Camboriú dia que foi orientado pelo advogado do Legislativo.

Professores são homenageados em Camboriú

Sessão solene entregou diplomas aos professores destaques da cidade e homenageou ex professores do município

Com o plenário lotado, a câmara municipal de vereadores do município de Camboriú, prestou homenagens aos professores destaques da cidade nesta segunda feira(10).

A Câmara, através de seus vereadores, fez a entrega de diplomas á 10  profissionais da educação pelo reconhecimento dos trabalhos prestados na área  para a comunidade de Camboriú.
O Prêmio Professor nota 10 foi instituído em 2010 através de uma lei municipal de autoria do vereador José Rodrigues Pereira, o Zé Branco e sancionada pelo executivo. Segundo a lei, cada vereador pode indicar anualmente 01 profissional a ser homenageado.
A sessão, que teve inicio as 20h, também foi marcada por homenagens a ex professores da cidade de Camboriú.


CONFIRA AS INDICAÇÕES E HOMENAGEADOS DA NOITE

PROFESSOR NOTA 10

Ana Claudia Loos Adato(Colégio Amadio Dalago)
indicação – Claudinei Loos

Tânia Regina da Silva Torina(Colégio Andrônico Pereira)
indicação – Amilton Bianchet

Lucimeri Pereira de Souza (Colégio Marlene Pereira Zuchi)
indicação – Osvandir Cordeiro

Leila Fabrícia Linhares (Caic e Recriarte)
indicação – Márcio Aquiles da Silva

Ednete Mateus (Escola Isolada da Vila Conceição)
indicação – Henrique Bertoldi

Marlene Amaral Dias (Apae e Espaço Criança)
indicação – Alcione Teixeira

Sandra Mara Rocha Barth (Colégio Cecam)
indicação – José Rodrigues Pereira

Vilma Teixeira (Espaço Criança)
indicação – Jane Stefenn

Ivanira Melo Rebelo Vieira ( Colégio Abalor Américo Madeira)
indicação – Eduardo Melo Rebelo

Jaime Sandro Dallago (Colégio Agricola)
indicação – Altair Pontaldi

EX  PROFESSORES HOMENAGEADOS

Adélia Campos Santos

indicação – Claudinei Loos

Zilmar da Silva Amorim

indicação – Amilton Bianchet

Anália Maria Pereira
indicação – Osvandir Cordeiro

Marli Teresinha Schmith
indicação – Márcio Aquiles da Silva

Lurdes Rossi

indicação – Henrique Bertoldi

Lúcia Gomes

indicação – Alcione Teixeira

Olga Gardini Coppi
indicação – José Rodrigues Pereira

Maurina Pereira
indicação – Jane Stefenn

Valtair Rebelo Saut

indicação – Eduardo Melo Rebello

Maria Célia Ganancini
indicação – Altair Pontaldi

Estão abertas inscrições para contratação de professores ACTs

Estão abertas até dia 26 de agosto as inscrições do processo seletivo para contratação de professores Admitidos em Caráter Temporário (ACTs). Os aprovados atuarão na Educação Básica e na  Profissionalizante, da rede pública estadual. No mesmo período, também estão abertas as inscrições para a Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE). A prova será aplicada dia 13 de novembro.

As inscrições poderão ser feitas no site www.acafe.org.br, onde estão publicados os editais de números 03, 15 e 16/11, contendo todas as informações. Segundo a diretora de Gestão de Pessoas da Secretaria de Estado da Educação, Elizete Mello, umas das novidades desta seleção é que as provas da rede estadual e FCEE serão no mesmo dia. “Cada candidato só poderá inscrever-se em um único edital”, afirmou.

Para atuar na Educação Básica, o candidato poderá inscrever-se em até duas disciplinas; para a Educação Profissional, em até três. A classificação da Educação Profissional não é mais por eixo tecnológico e sim por disciplina.

A lista dos classificados será divulgada até o dia 20 de janeiro de 2012.

A escolha de vagas será feita a partir do dia 23 de janeiro de 2012, por ordem de classificação. Mais informações: ACAFE: (48) 3224-8860.

Cronograma do Processo Seletivo

Período de Inscrições: 28 de julho a 26 de agosto de 2011

Entrega de documentos: 28 de julho a 30 de agosto de 2011

Análise dos documentos: Até 29 de setembro 2011

Divulgação da análise dos documentos: 04 de outro de 2011

Prazo para recurso: Até às 18 horas de 07 de outubro de 2011

Homologação das inscrições: 24 de outubro de 2011

Confirmação do local de prova: A partir de 03 de novembro de 2011

Aplicação das provas: 13 de novembro de 2011

Divulgação dos gabaritos: 14 de novembro de 2011

Prazo para recurso: Até às 18 horas de 18 de novembro de 2011

Divulgação do resultado: Até 20 de janeiro 2012

Escolha das vagas: A partir de 23 de janeiro de 2012

Protesto em Camboriú reúne poucos profissionais

Dos mais de 3 mil profissionais da Educação lotados nas escolas estaduais de Camboriú, e já em greve, em quase sua totalidade, há quase 10 dias, poucos compareceram à Praça das Figueiras na tarde de sexta-feira, quando a classe preparou um manifesto contra a medida provisória imposta pelo Governo Estadual, que elimina o Plano de Carreira, uma conquista da classe, e equipara os salários dos profissionais, graduados ou não.

Após 10 dias de greve, buscando melhorias salariais, os profissionais de Educação do Estado decidiram fazer um dia de manifesto. A briga iniciou há algum tempo, quando a classe começou a reivindicar melhoria salarial e como resposta recebeu do Governo do Estado uma medida provisória que nivela os profissionais de todos os níveis, acabando com o plano de carreira, uma conquista da classe há alguns anos.

“Com essa medida provisória um professor de nível médio, que possui apenas o magistério, pela soma dos proventos, passa a receber mais que um professor com curso superior e com especialização”, denuncia Gerson Henrique dos Santos, professor da E.B.E. prof. José Arantes e diretor financeiro do Sindicato.

Ele conta que assim que o governo apresentou a medida provisória o sindicato pediu uma contra-proposta, e teve como resposta que só haveria diálogo se todos retornassem para as salas de aula. Em Camboriú os dois colégios que estão totalmente paralisados, inclusive sem a presença dos alunos, é o José Arantes, no centro e a E.B.E Amadio Dalago, no Cedro. “Mas todos aderiram à paralisação”, informa ele.

O que a categoria reivindica é que seja aplicado o piso na carreira, respeitando a proporcionalidade de um nível para o outro. O piso determinado e aprovado pelo MEC é de R$ 609,00, para profissionais de nível médio e R$ 993,00 para profissionais graduados. O sindicato pede 95% em cima desse valor, que ficaria (R$ 609,00 +95% + benefícios). “Em momento algum o governo do estado tentou um acordo com a classe”, finaliza o professor reafirmando que a classe permanece em greve até que o governo reveja essa medida provisória.


Provided by orange county short sale specialist